Estratégia de Marketing Jurídico para escritórios de advocacia: um guia completo para expandir sua advocacia

  • Post category:Blog
You are currently viewing Estratégia de Marketing Jurídico para escritórios de advocacia: um guia completo para expandir sua advocacia

Nos últimos anos, tive a oportunidade de atuar como diretor de marketing em grandes projetos em escritórios de advocacia. Nos últimos 8 anos, tive o privilégio de trabalhar com advogados e escritórios de advocacia por meio de minha empresa, DMX Consultoria Digital, em tudo, desde coaching de marketing de advogado individual, a prática e crescimento do grupo da indústria, a atividades que beneficiam toda a empresa (desenvolvimento de website , branding , direitos autorais, redação de blogs , SEO para escritórios de advocacia , estratégias de comunicação , estratégias digitais e de mídia social e muito mais). Particularmente, gosto de trabalhar com escritórios de advocacia em estratégia de marketing, um processo que culmina em um plano estratégico de marketing de escritório de advocacia abrangente. Este guia cobrirá:

  • A diferença entre vendas e marketing para advogados e escritórios de advocacia
  • Vamos ser estratégicos: os componentes do plano de marketing de um escritório de advocacia
  • Definindo objetivos SMART para seu plano de marketing de escritório de advocacia
  • Conheça o seu público: para quem você está fazendo marketing?
  • Implementando seu plano de marketing para escritório de advocacia: dicas de um especialista

Praticando o que pregamos: uma firma de advocacia de marketing focada na liderança inovadora

O que é liderança inovadora? É quando empresas como a nossa colocam nossos contratos pagos de lado e estabelecem a meta de criar O recurso definitivo sobre marketing de escritórios de advocacia, demonstrando por nossa liderança inovadora que conhecemos nossas coisas!

Esta página foi projetada para fornecer uma cartilha de marketing jurídico para escritório de advocacia, para você como advogado individual e para todo o seu escritório de advocacia. O marketing jurídico é interpretado de muitas maneiras diferentes, dependendo do que uma determinada empresa está vendendo. Em outras palavras, as agências de publicidade dirão que fazem estratégias de marketing de advogado, mas o que realmente fazem é ajudar seus clientes a colocar anúncios pagos. Uma empresa de relações públicas dirá que faz marketing, mas sua missão principal é conseguir colocações, artigos, entrevistas e outras formas de relações públicas para seus clientes de escritórios de advocacia. Embora publicidade e relações públicas sejam componentes de um plano de marketing de escritório de advocacia, eles são apenas duas das muitas ideias de marketing jurídico estratégico que os escritórios de advocacia precisam se concentrar para gerar novas receitas. Na verdade, para tornar esse conceito mais fácil para os advogados, há muitos anos, criei uma base para a estratégia de marketing de cada advogado e escritório de advocacia, chamada MÉTODO LITERIS.

Quais são os quatro pilares do marketing e como eles ajudam os advogados a criar um plano de marketing equilibrado?

Os Quatro Pilares do Marketing criam um conceito para os planos de marketing de advogados e escritórios de advocacia. Os Quatro Pilares fornecem uma estrutura na qual advogados e escritórios de advocacia podem desenvolver suas estratégias de marketing para escritórios de advocacia. Os Quatro Pilares do Marketing são:

Pilar I: Manter e desenvolver relacionamentos

Provavelmente 80% de sua receita este ano virá de clientes existentes e fontes de referência. Sabendo disso, faça do processo de retenção e crescimento desses relacionamentos uma prioridade máxima em seu plano de marketing de escritório de advocacia. Especificamente:

  • Satisfação do cliente – conduza pesquisas para garantir que seus clientes estejam extremamente satisfeitos com o tipo e nível de trabalho que você fez para eles.
  • Atendimento ao cliente – Você tem requisitos de atendimento ao cliente em seu escritório de advocacia? Crie os sistemas e processos para garantir que seus clientes “fluam” em tudo, desde o recebimento até a entrega de seus serviços jurídicos, comunicações e capacidade de resposta.
  • Cross Marketing – Tem certeza de que está entregando todos os serviços que sua empresa oferece aos seus clientes? Frequentemente, os clientes (e advogados) são míopes e se concentram apenas no assunto que têm diante de si. Certifique-se de que seu cliente conheça todos os serviços e recursos que seu escritório de advocacia tem a oferecer.
  • Desenvolvimento de fonte de referência e indicações – “Eu recebo meu negócio por meio do boca a boca.” Soa familiar? Advogados de sucesso contam com as referências que recebem de clientes anteriores, outros advogados, contadores, banqueiros, consultores e muitos outros profissionais. Faça com que seja uma prioridade manter essas referências e indicações.

Pilar II: desenvolver novos negócios

A maioria dos advogados reconhece a importância de ter um plano estratégico para o desenvolvimento dos negócios. Os advogados que contam apenas com os clientes existentes e com os novos assuntos que eles geram, provavelmente verão uma redução na receita com o tempo. O desenvolvimento de negócios para advogados envolve a identificação de clientes e fontes de referência com os quais você gostaria de trabalhar e a implementação de estratégias para construir novos relacionamentos e atrair novos negócios para o seu escritório de advocacia. Considere o seguinte:

  • Networking – se você deseja construir um escritório de advocacia de sucesso, é importante continuar construindo seus relacionamentos com as fontes de referência. A rede é uma obrigação. Mas introvertidos, não temam. Uma rede eficaz pode ser feita individualmente. O segredo é sair do escritório pelo menos duas a três vezes por semana e interagir com outras pessoas!
  • Desenvolvimento de negócios direcionado – geralmente há pessoas e clientes com os quais você sabe que se encaixaria muito bem, mas você não os conhece. Sem violar a Regra 7.3 das Regras do Modelo ABA relacionadas à Solicitação Direta, existem maneiras éticas para você conhecer novas pessoas. A melhor maneira é buscar apresentações de pessoas que você já conhece. Use o LinkedIn para minerar seus contatos!
  • Desenvolvimento de propostas – O QUÊ? Advogados não usam propostas! Bem, muitos deles fazem e funcionam! Não leia muito na palavra proposta. Pense nisso mais como uma forma de permitir que um cliente em potencial de destaque saiba que você não apenas o ouviu, mas que tem uma estratégia para ajudá-lo. Mesmo que seja por e-mail, use estes cabeçalhos: Minha compreensão de suas necessidades; Minha abordagem para trabalhar com você; Estrutura da taxa: e (por último, mas não menos importante) Sobre mim / Meu escritório de advocacia.
  • Pesquisa de mercado – No início de cada empreendimento de marketing de firma de advocacia de sucesso, você encontrará algumas pesquisas de mercado sólidas. “Mas não somos bibliotecários”, você diz. Para desenvolver com sucesso novos negócios como advogado, você deve se preparar para cada encontro que tiver. Quer se trate de uma nova fonte de referência, um novo cliente ou outro contato de rede, reserve um tempo para fazer uma pesquisa no Google por seu nome / empresa, analise seu perfil do LinkedIn em busca de semelhanças, analise seu site e biografia. Você então estará preparado para fazer perguntas brilhantes!
  • Envolvimento em associações comerciais e profissionais – Como advogado que deseja conquistar mais clientes, é importante lembrar de uma coisa. A melhor maneira de fazer o marketing para um novo cliente é comparecer onde ele está. Se você conseguir negócios com outros advogados, seja ativo em sua ordem de advogados estadual ou local. Se você representa fabricantes, junte-se à sua associação local de manufatura. Se você conseguir negócios com terapeutas, torne-se ativo em um grupo que atrai terapeutas.

Pilar III: Aumentar o reconhecimento do nome do escritório de advocacia

Existem muitos escritórios de advocacia em seu estado que oferecem serviços semelhantes aos que você oferece. Então, como você se separa do grupo e se destaca? Você precisa ter algumas estratégias de marketing de escritório de advocacia destinadas a aumentar o reconhecimento de seu nome no mercado, incluindo:

  • Publicidade – Raramente não incentivo meus clientes a anunciar. É caro e se enquadra na categoria “jogue na parede e veja o que gruda”. Dito isso, existem algumas oportunidades de publicidade fortes por aí, como anúncios direcionados no Google, colocar um anúncio em um diretório de membros (do qual você é membro) ou anunciar nos eventos esportivos de seus filhos. Dito isso, a maioria dos anúncios em sites como JusBrasil, Migalhas, Administradores carece de força publicitária. Tudo o que você está fazendo é pagar MUITO dinheiro para ser jogado diretamente no pool de seus concorrentes, mesmo se você comprar o “primeiro lugar”.
  • Branding – Como advogado, é importante lembrar que VOCÊ é a marca. Os clientes contratam advogados, não escritórios de advocacia. Dito isso, você ainda precisa se destacar acima de seus concorrentes por ter um logotipo, site, materiais de marketing, perfis de mídia social, faturas, papel timbrado e cartões de visita visualmente atraentes. Nenhum cliente vai contratá-lo por causa de sua marca maravilhosa, mas ajuda subliminarmente a mostrar que você é um advogado de primeira linha, de alta qualidade, elegante e inteligente. Há muitos sites onde você não vê absolutamente nenhum pensamento sobre branding. O branding não é apenas superficial. Ele transmite a sua identidade visual e a de seu escritório de advocacia. Portanto, faça tudo o que puder para criar uma excelente primeira impressão!
  • Relações Públicas – Quem não deseja ser citado no Wall Street Journal ou em qualquer outra publicação local ou nacional importante. Relações públicas se trata de lançar ideias de histórias interessantes para jornalistas que concordam com você e irão apresentá-lo em seus artigos, ou pelo menos citá-lo. Para fazer relações públicas como advogado, você precisa estar em contato com as notícias que estão acontecendo nos setores em que atende seus clientes e fontes de referência. Leia bem e chame um repórter se você vir outro lado da história que não foi contado.
  • Feiras – Pense fora da caixa! Você pode ter a oportunidade de expor em uma feira comercial atraindo seus clientes nível A ou fontes de referência. Seja criativo e crie um estande de aconselhamento jurídico “Grátis” no estilo amendoim com a FORTE isenção de responsabilidade de que falar com você não cria um relacionamento com o cliente.
  • Envolvimento da comunidade – Ser um membro ativo de sua comunidade pode ajudá-lo em seu escritório de advocacia. Junte-se a um entidade sem fins lucrativos com o qual você se alinha, Voluntário para plantar árvores no Dia da Terra, ofereça-se para falar com crianças do ensino médio sobre sua carreira como advogado. As oportunidades de voluntariado na comunidade são abundantes. Encontre os adequados para você e voluntário. As pessoas sabem que se você é um voluntário ou membro do conselho bom, inteligente e confiável, também é um advogado de alta qualidade.
  • Mídia Social – Ao buscar construir o reconhecimento do seu nome, não se esqueça das mídias / redes sociais. Todo advogado deve ter um perfil bem elaborado no LinkedIn, página da empresa no LinkedIn, página da empresa no Facebook (se você comercializar para consumidores) e, possivelmente, um feed do Instagram e Twitter. Publique sobre tópicos relevantes e oportunos sobre os quais seus clientes precisam saber.
  • Blog – você é um especialista em assuntos jurídicos? Bem, então blogue sobre o seu conhecimento. Os blogs devem ter de 400 a 600 palavras e devem fornecer suas ideias sobre um tópico de interesse para seus clientes. Dê uma olhada em uma das páginas de blog de nosso cliente . Ronaldo Reis Advogado , um escritório de advocacia militar, usa blogs para manter clientes e fontes de referência informados . Os blogs dessa empresa produziram entrevistas de rádio e televisão diretamente. As postagens do blog devem ser promovidas em seu site, nas comunicações, nas redes sociais e enviadas aos clientes antes da primeira reunião.

Pilar IV: Criar Comunicações Direcionadas para Firmas de Advocacia

Uma das melhores maneiras de ficar na frente de seus melhores clientes e fontes de referência é enviar uma série de comunicações direcionadas que “falam” a grupos específicos de clientes ou fontes de referência. NÃO estou falando sobre o “boletim informativo da empresa”. Geralmente, eles não funcionam. O que estou falando inclui:

A diferença entre vendas e marketing para advogados e escritórios de advocacia

Não me pergunte por quê, mas a maioria dos advogados acha que marketing é propaganda. Você sabia que foi nos EUA em 1979 que a famosa Decisão Bates (Bates v. O Estado do Arizona) permitiu que dois grupos de profissionais fizessem propaganda: advogados e médicos. Quem você acha que se envolveu com a publicidade de forma mais eficaz? Ao observarmos as estratégias de marketing de advogados, especialmente as práticas recomendadas em marketing jurídico, é importante entender realmente a diferença entre vendas e marketing em um ambiente de escritório de advocacia.

Marketing de um escritório de advocacia

Marketing é tudo o que você e sua empresa fazem para comercializar a empresa e suas áreas de atuação. O marketing tem a ver com as MENSAGENS que você divulga no mercado sobre quem você é, o que faz e o valor exclusivo que sua empresa oferece.

Os esforços de marketing geralmente beneficiam todos os advogados de um escritório de advocacia, não o advogado individualmente. O marketing de escritórios de advocacia inclui tudo acima, de sites e mídia social a esforços de blogs, comunicações com clientes, branding e relações públicas de escritórios de advocacia . O marketing suaviza o mercado para que clientes em potencial e fontes de referência e indicações conheçam a empresa. Quando o mercado conhece seu escritório de advocacia e sua marca, fica muito mais fácil para a próxima tarefa – realizada 100% pela força de vendas -, os advogados.

Vendas: não fui para a faculdade de direito para ser vendedor!

Bem – eu discordo. Advogados que não são capazes de construir relacionamentos, inspirar confiança e fazer com que os clientes respondam “sim!” terá um tempo difícil na prática privada de direito. Então, vamos definir o tom aqui antes de você parar de ler!

O marketing, como estabelecemos, diz respeito às mensagens que você cria no mercado. Felizmente para os advogados, as vendas são sobre as PERGUNTAS que você faz. Você é um advogado, você é excepcional em fazer grandes perguntas. Geralmente, a maioria dos advogados pensa que as vendas são sobre a música e a dança que eles acham que devem representar, porque são incríveis, os melhores, não há ninguém como eles…. Etc. Não é assim.

A melhor maneira de conquistar e influenciar clientes em potencial e fontes de referência e indicações é entender completamente sua situação, fazendo perguntas estratégicas pontuais sobre eles. Quando você faz perguntas, está no controle da conversa. Você também está mostrando que advogado atencioso e preocupado você é.

É raro um cliente apresentar a você uma questão jurídica completa. A maioria dos clientes conhece os sintomas de sua situação, mas não a causa. É seu trabalho, por meio das estratégias de vendas do advogado (ou seja, fazer perguntas), descobrir como os sintomas levam a uma causa muito mais profunda. Essa causa é provavelmente o assunto ou caso que você pode ajudar o cliente a resolver.

Para resumir, você precisa de marketing e vendas para construir um escritório de advocacia de sucesso. Mas lembre-se:

  • O marketing é sobre as mensagens
  • Vendas são sobre as perguntas que você faz
  • O marketing sem vendas é muito caro; Vendas sem marketing são muito difíceis.

Se você investir em marketing ( publicidade , por exemplo) e esperar que o telefone toque, você gastará uma quantia de dinheiro proibitiva. Sem nenhum esforço de vendas e relacionamento para alavancar as receitas, você acabará gastando muito dinheiro e não gerando muitos novos negócios.

Se você é um guru de construção de relacionamentos e opta por renunciar às melhores práticas de marketing para advogados (como um ótimo site, mídia social, postagens de blog, comunicações), seus esforços podem cair em ouvidos surdos. As pessoas não conhecerão você ou sua empresa. Você não terá a credibilidade necessária para fechar novos negócios. Os dois cenários acima resumem por que advogados e escritórios de advocacia precisam de vendas e marketing para ter sucesso.

Advogados e escritórios de advocacia precisam de vendas e marketing para ter sucesso.

Adelí Mateus – CEO Advosite

Vamos ser estratégicos: os componentes do plano de marketing de um escritório de advocacia

Se você supervisiona o marketing de seu escritório de advocacia, é provável que o comitê de gestão, o conselho ou seus colegas sócios vejam o valor de criar um plano de marketing estratégico para seu escritório de advocacia. Um plano de marketing estratégico para um escritório de advocacia fornecerá um roteiro para o crescimento futuro do escritório. Ele irá reiterar quais áreas a empresa deseja crescer e outras que pode querer contrair. Como conhecemos o ditado: se você embarcar em uma jornada sem um mapa, pode não chegar a lugar nenhum, muito menos a um destino desejado que você pode sentir à frente no nevoeiro. Um plano estratégico de marketing de escritório de advocacia irá beneficiar toda a empresa ao definir:

  • Objetivos de crescimento – onde queremos que a receita da empresa esteja no próximo ano e no ano seguinte?
  • Planejamento da prática – quais áreas de prática são lucrativas em comparação com as que não são? Onde escolheremos colocar nossos dólares de marketing?
  • Necessidades de pessoal – se quisermos atingir nossa meta de receita, de quantos parceiros, associados, assistentes jurídicos e assistentes admirativos serão necessários?
  • Crescimento por Aquisição – O escritório de advocacia está aberto ao crescimento por aquisição; está convidando um escritório de advocacia menor e lucrativo para trabalhar em seu consultório? Existem muitas oportunidades de marketing que se abrem com mensagens sobre como a empresa está crescendo e se expandindo para atender às necessidades de seus clientes.
  • Planejamento de transição – se os três sócios nomeados em seu escritório de advocacia estão se aproximando da idade de aposentadoria, nunca é cedo demais para pensar sobre a transição da prática para o próximo nível de liderança
  • Estratégia de Remuneração – Como o escritório de advocacia irá remunerar seus advogados com base no novo negócio que desenvolver? E se um advogado desenvolver um novo trabalho com um cliente existente? O seu escritório de advocacia rastreará as origens, em caso afirmativo, como? Como os salários-base serão determinados para recrutar os melhores e mais brilhantes? Existem inúmeros modelos de remuneração para escritórios de advocacia. Geralmente, o que funciona melhor para sua empresa é aquele que é justo e recompensa os advogados pelo sucesso em marketing, independentemente de seu nível.
  • Desempenho por advogados individuais – Cada escritório de advocacia tem seus criadores de opinião e aqueles que não são qualificados e talentosos para trazer novos negócios. Em qualquer plano de marketing de escritório de advocacia, é importante discutir o desempenho de cada advogado. Muitos de vocês provavelmente já ouviram falar dos diferentes tipos de advogados na maioria dos escritórios de advocacia. Existem os localizadores (fazedores de chuva), fichários (advogados trabalhando), moedores (geralmente associados) e cuidadores (provavelmente o criador de chuva). Nem todo advogado é um fazedor de chuva. Muitas empresas precisam dar um passo atrás e analisar o que valorizam em advogados individuais. Nem todo advogado é feito para ser um fazedor de chuva. Se fossem, quem faria todo o trabalho?

O ponto de inflexão: dando vida a uma estratégia de marketing de um escritório de advocacia

Então, para resumir, todo escritório de advocacia interessado em crescimento e prosperidade precisa de uma estratégia de marketing jurídico sob medida que inclui marketing de advogado individual, marketing de internet para escritórios de advocacia, estratégias de marketing online para advogados, SEO para escritórios de advocacia e até mesmo como incorporar vídeos em sites de escritórios de advocacia . Então, como podemos realizar tudo isso?

Definindo objetivos SMART para seu plano de marketing de escritório de advocacia

A primeira coisa que você precisa fazer é identificar objetivos específicos e mensuráveis ​​para o crescimento de seu escritório de advocacia. Recomendo a criação de objetivos tangíveis para cada uma das sete áreas acima. Se você se lembra de seus cursos de marketing na faculdade, os objetivos de marketing precisam ser inteligentes:

Específico

Se os objetivos de marketing do seu escritório de advocacia vão significar alguma coisa, você precisa atribuir um tempo desejado para atingir a meta. Uma meta oportuna para um novo escritório pode ser iniciar o fluxo de caixa no final do primeiro ano; em seguida, crescer 10% a cada ano a partir de então.

Mensurável

Cada objetivo em seu plano de marketing de escritório de advocacia deve ser mensurável. Você deve ser capaz de dizer definitivamente: “Nós atingimos nosso objetivo!” porque, de fato, desenvolvemos cinco novos relacionamentos de fontes de referência.

Atingível

Os objetivos do Marketing para escritórios de advocacia precisam ser alcançáveis. Se sua receita for de R$ 500.000, pode não ser realista definir sua meta de receita para o próximo ano em R$ 2 milhões. Uma maneira de definir uma meta de receita alcançável é revisar todos os seus contratos atuais com o cliente e atribuir a receita provável gerada este ano. Em seguida, crie uma meta de receita total que seja atingível; aquele que com empenho e muito trabalho, poderia realmente ser alcançado.

Realista

O que vai fazer que o objetivo seja atingível é garantir que seu objetivo seja realista. Não seria realista abrir um novo escritório em outro estado e definir uma meta de alta receita para esse novo escritório. Seria realista definir uma meta de receita para o novo escritório com base nos advogados trabalhando no trabalho em andamento desse escritório.

Temporal

Se os objetivos de marketing do seu escritório de advocacia vão significar alguma coisa, você precisa atribuir um tempo desejado para atingir a meta. Uma meta oportuna para um novo escritório pode ser iniciar o fluxo de caixa no final do primeiro ano; em seguida, crescer 10% a cada ano a partir de então.

Conheça o seu público: para quem você está fazendo marketing?

Eu sei que parece um pouco básico, mas se você pretende ter sucesso no marketing de seu escritório de advocacia, você precisa saber quem são seus públicos principais – aqueles grupos e pessoas para os quais você deseja, em última instância, apresentar suas mensagens de marketing. Aqui estão alguns exemplos de públicos-alvo que você pode incluir no plano de marketing do seu escritório de advocacia:

Clientes Antigos

Todos nós sabemos que clientes satisfeitos provavelmente indicarão você a seus amigos e familiares. É importante manter a comunicação com seus clientes anteriores para mantê-los em mente – para que não se esqueçam de você. As maneiras de manter contato com clientes anteriores podem ser usando blogs, mídias sociais e comunicações direcionadas.

Clientes Atuais

Como você está trabalhando com clientes, é importante oferecer um excelente serviço ao cliente. Muitos casos jurídicos duram um ano ou mais. Você tem uma grande oportunidade durante este tempo para se comunicar de forma proativa com este importante público-alvo. Este é o estágio em que você deseja comunicar pro ativamente o status do caso ou assunto do cliente e manter as comunicações abertas. Você também deseja retornar chamadas prontamente e tratar os clientes como gostaria de ser tratado.

Contatos Similares

Se você recuar, perceberá que muitos de seus clientes ou fontes de referência compartilham o mesmo setor. Por exemplo, se você é um advogado de família, pode receber muitas referências de profissionais de saúde mental. Existe toda uma indústria construída em torno do fornecimento de desenvolvimento profissional e outros programas educacionais para terapeutas e outros profissionais de saúde mental. Parte de seu plano de marketing como advogado de família deve ser encontrar terapeutas, falar para grupos que atraem terapeutas, publicar artigos em revistas lidas por terapeutas e, de outras maneiras, tornar-se um membro de destaque em sua indústria.

Outros advogados

Não perca o contato com os advogados com quem você estudou direito! É muito provável que outros advogados acabem sendo uma fonte de referência importante para você. Por exemplo, se você pratica a lei de defesa criminal, muitos advogados farão referências a você quando seus amigos tiverem problemas. A maioria dos escritórios de advocacia maiores nem mesmo tem práticas de defesa criminal, então é importante construir relacionamentos com outros advogados participando de eventos de ordens de advogados e outras festas com foco em advogados.

Grupos de Profissionais

Dê uma olhada em sua prática e considere outros grupos de profissionais que recomendam trabalhos para você. Você pode ser um advogado empresarial e confiar nas recomendações de contadores ou economistas. Você pode praticar o planejamento imobiliário e buscar referências de consultores financeiros. Ao considerar seus clientes de nível A, é importante pensar sobre quem são seus outros consultores. Considero essa estratégia “um para muitos”, pois uma fonte de referência nesta categoria pode fornecer um canal para centenas de clientes em potencial.

Outras fontes de referência

A melhor maneira de descobrir quem são suas melhores fontes de referência é examinar seus clientes nos últimos dois a três anos e determinar como cada cliente o encontrou. Quem os indicou a você ou ao seu escritório de advocacia? Cada vez que você abre um novo caso ou arquivo, considere incluir como o cliente o encontrou para que, nos anos futuros, você possa simplesmente executar um relatório em seu software de gerenciamento de prática para ver quem são suas melhores fontes de referência.

A mídia

Lembre-se de que a mídia também é um público-alvo importante para você. Uma das melhores maneiras de desenvolver o reconhecimento do seu nome como advogado é aparecer na mídia, ser citado em reportagens, ser entrevistado na TV ou no rádio ou publicar um artigo em uma publicação lida pelo seu público-alvo principal. Fique de olho nas notícias nacionais e, se puder fornecer um ângulo local, acompanhe a mídia e mostre por que a história é importante não apenas nacionalmente, mas em seu mercado. Se você tiver uma ideia para um artigo, crie um esboço e entre em contato com o editor de uma publicação que alcance seu público-alvo. A cobertura da mídia fornece a credibilidade de terceiros que todo advogado precisa para construir o reconhecimento do nome.

Você quer expandir sua advocacia? O Advosite é uma Agência de Marketing Jurídico para advogados e escritórios de advocacia em todo o Brasil e Exterior. Adoraríamos aprender mais sobre seu escritório de advocacia e ajudá-lo a desenvolver clientes, expandir relacionamentos com fontes de referência, aumentar o reconhecimento de seu nome e comunicar-se com seus clientes e contatos de forma direcionada. Somos especializados em trabalhar com escritórios de advocacia e criar planos de marketing para escritórios de advocacia, estratégias de marketing digital para escritórios de advocacia, branding para escritórios de advocacia e desenvolvimento de sites, incluindo otimização de mecanismo de pesquisa para advogados. Entre em contato.